Apelidos carinhosos: Será que os homens gostam?

Apelidos carinhosos: Será que os homens gostam?
26 de fevereiro de 2018 Phelippe Ferras

apelidos carinhosos

Será que os homens gostam de apelidos carinhosos? Tenho certeza que você parou para pensar nisso, em todo relacionamento há uma forma de carinho para remeter ao namoro, mas é preciso ter alguns cuidados.

Todo homem gosta desses carinhos, sobretudo na intimidade do casal, no entanto é preciso tomar alguns cuidados para não passar por certos constrangimentos.

A primeira coisa é que é preciso combinar com ele antes o apelido, pois alguns são simplesmente ridículos, e em segundo lugar nem todos os lugares permitem esta maneira de chamar o seu namorado.

Por exemplo, em uma reunião profissional ou qualquer evento formal não ficará bem chamá-lo de “Meu Tchuco”. Um dos apelidos carinhosos que considero mais ridículos.

A maioria dos homens não gostam de apelidos infantis demais, por isso devem ser usados com muita cautela, eu conversei a respeito com os meus amigos e fizemos uma lista dos piores que já foram chamados por alguma mulher.

Apelidos carinhosos que são estranhos

– Fofucho

– Pimpolho

– Tchuco

– Bebê

– Pchuco

– Pimpão

– Mômo

– Guti-gute

– Dotosinho

– Mimosinho

– Tesudinho

– Bituquinho

– Nenenzinho

– Borboletinho

* Eu particularmente não gosto de ser chamado de Boy Magia, mas nem todos homens tem a mesma opinião.

É claro que no momento de intimidade é mais livre para usar estes apelidos carinhosos, no entanto converse antes com o seu companheiro.

Apelidos que remetem a abreviações de nome e diminutivos são sempre bem vindos, e a minha sugestão é que o casal tenha aqueles para usar na intimidade e outros que poderão falar socialmente.

Alguns apelidos carinhosos para a intimidade

– Tesudinho

– Gostosinho

– Meu machão

– Safadinho

– Tudão

– Delicinha

– Tigrão

– Gostosão

– bebezão

– Miau

– Gatão

– Cachorrão

Apelidos carinhosos para usar socialmente

– Mozão

– Amor

– Mor

– Paixão

– Bê (se ele chamar Roberto ou qualquer abreviação do seu nome), mas tenha cuidado, eu por exemplo não curto ser chamado de Dri

– Mor meu

– Meu gato

Como explicado anteriormente não há regras para aplicar apelidos carinhos, desde que seja respeitado os limites de ambos, além de alguns cuidados para não criar situações constrangedoras.

De qualquer forma usar estes apelidos é fundamental para a identidade do casal, ou seja, uma maneira de se comunicarem de forma carinhosa, e isso é muito saudável.

E agora que você já sabe como usar apelidos carinhosos sem problemas, basta usar a criatividade para encontrar aquele perfeito para o seu mozão, e já fica aqui uma ótima sugestão.

Além disso, quando o apelido é autêntico, ou seja, que o próprio casal criou, fica ainda melhor, por isso coloque o seu senso de criatividade para funcionar.

Espero que tenha gostado do artigo e não deixe de aprender ainda mais sobre sexualidade e relacionamento, basta baixar agora o eBook  “As 8 Qualidades que os Homens Amam nas Mulheres”

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Shares
Share This