Ele me traiu, e agora?

Ele me traiu, e agora?
17 de dezembro de 2018 adrianoheleno

Ele me traiu

Muitas mulheres me perguntam: “Adriano, ele me traiu, e agora o que faço?”.

Traição é algo que magoa e deixa uma ferida na relação, mas antes de tomar qualquer decisão é importante agir de maneira racional.

Neste momento você receberá todos os tipos de conselhos, mas tome cuidado, pois até mesmo aquelas pessoas que gostam de você podem mais atrapalhar do que ajudar ao aconselhar sem qualquer tipo de argumento racional.

Por isso quero dar aqui a minha opinião profissional, que está acima de meu ponto de vista masculino.

Ele me traiu, o que devo fazer?

Você já deu o primeiro passo importante, buscando auxílio de um especialista, não sou o seu amigo, por isso a minha opinião é imparcial, sem também estar envolvido emocionalmente com a situação. Então, confira o que você precisa fazer:

Tem certeza da traição?

Antes de tomar qualquer decisão ou fazer acusações, tenha plenas convicções da traição do seu namorado, não se baseie apenas em uma evidência e muito menos nas fofocas de outras pessoas.

Converse e busque a confissão dele, e caso isso não aconteça, pelos menos tenha plena certeza de que ele realmente foi infiel.

Sem qualquer tipo de baixaria

Não importa o quanto à traição tenha sido humilhante e esteja te fazendo sofrer, não perca a cabeça e piore as coisas ainda mais. Agir feito uma louca fazendo qualquer tipo de baixaria, diminuirá o seu valor de mulher. Por isso saia por cima e deixe que o pior castigo dele seja perder uma grande mulher.

A melhor vingança contra uma traição é seguir em frente, cuidar de si mesma e fazer com que no futuro ele enxergue tudo que perdeu, e neste espaço de tempo certamente um grande homem poderá se apaixonar por você.

Analise seus erros

Traição não é desculpa, e você não deve aceitar ou se sentir culpada, independente do que tenha feito. No entanto, não deixe de avaliar a situação e tentar encontrar possíveis facilitadores.

Isso é importante não apenas para você decidir qual decisão tomar, mas para evitar continuar cometendo os mesmos erros em outros relacionamentos. Por exemplo: Um dos seus erros pode ser sempre se apaixonar por cafajestes, e isso aumenta consideravelmente as chances de ser traída.

Ele me traiu, fui culpada?

De forma alguma, não há desculpas para traição. De qualquer forma, crises, brigas constantes, falta de sexo e até mesmo mulheres controladoras são problemas que tornam uma pessoa mais vulnerável a trair.

Ele me traiu, devo perdoá-lo?

Esta decisão é apenas sua, nem eu e muito menos as suas amigas tem a capacidade de te falar a melhor resposta.

Falo isso por já ter vivenciado casos de traição em que o homem nunca mais cometeu o mesmo erro e se tornou um ótimo marido, em contrapartida, também já vi mulheres perdoarem e o cara continuar repetindo a traição.

É você que tem que ouvi-lo, levar todos os pontos da relação em consideração e tomar a decisão se é capaz de perdoá-lo e conviver com isso.

Deixe o adultério no passado

Se decidiu perdoá-lo, deixe a pulada de cerca no passado, jamais fique retomando isso em todas as brigas ou tente se vingar.

Além disso, deverá confiar novamente para não ficar como uma neurótica, recebo muitas mensagens de mulheres me falando, “Adriano, ele me traiu e não consigo confiar novamente”.

Neste caso dificilmente o relacionamento vai dar certo, pois a confiança é a base da relação, se decidiu perdoá-lo saiba conviver com isso e seguir em frente, confiando novamente.

Espero que este artigo possa ajudá-la minha cara leitora, e não deixe de baixar grátis o eBook “As 8 Qualidades que os Homens Amam nas Mulheres”

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*